Your browser doesn't support javascript.

SciELO Livros

SciELO Livros

Home > Pesquisa > povos indígenas (21)
Imprimir Exportar

Formato de exportação:



Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Esta página Sua seleção Todas as referências (max. 300)
|
Resultados 1 - 20 de 21
1.

Saúde e Povos Indígenas

(eISBN:9788575412770)
Organizador(es): Santos, Ricardo V; Coimbra Jr., Carlos Ε. A.
Editora: Editora FIOCRUZ
Idioma(s): Português
Ano: 1994
Sinopse: Traz contribuições que exploram aspectos biológicos, culturais e sociais da dinâmica de saúde e de doença de tais povos a partir de uma perspectiva bioantropológica. Com base em estudos de casos sobre sociedades indígenas experimentando acelerados processos de mudanças socioeconômico-culturais, os diversos autores proporcionam um panorama atualizado acerca da questão - saúde e doença na pré-história, sistema de crenças e práticas médicas, mudanças nos perfis de saúde -, ficando evidente a pluralidade teórico-metodológica que atualmente caracteriza as pesquisas.
2.

Medicinas indígenas e as políticas da tradição: entre discursos oficiais e vozes indígenas

(eISBN:9788575415108)
Autor(es): Ferreira, Luciane Ouriques
Editora: Editora FIOCRUZ
Idioma(s): Português
Ano: 2013
Sinopse: Compreender o processo de emergência das medicinas tradicionais indígenas no campo das políticas públicas de saúde indígena é o objetivo deste livro, que analisa os discursos proferidos por uma diversidade de atores – indígenas e não indígenas, governamentais e não governamentais, nacionais e internacionais. Dessa forma, a obra revela uma dinâmica que vai do global e ao local, e transforma os contextos envolvidos, originando novas formações culturais. As políticas públicas que qualificam os seus objetos e público-alvo com a categoria ‘tradição’ conformam uma formação discursiva, definida pela autora como ‘políticas da tradição’. Um exemplo são as políticas voltadas à saúde indígena, que têm buscado reconhecer a eficácia das medicinas tradicionais indígenas e articulá-las com o sistema oficial de saúde. No entanto, “ao serem apropriados pelos povos indígenas, os discursos oficiais são postos a serviço dos seus interesses culturalmente situados – assim, estamos diante do fenômeno da indigenização”, diz a pesquisadora. E essa ‘indigenização’ se refere aos processos “levados a efeito pelos povos indígenas ao se apropriarem das políticas públicas a fim de manter a sua autonomia e reverter a seu favor o controle que o Estado passa a exercer sobre o mundo da vida de suas comunidades”. O livro busca contribuir para a consolidação do direito indígena à atenção diferenciada à sua saúde, considerando as relações historicamente construídas entre povos indígenas e Estado.
3.

Entre Demografia e Antropologia: povos indígenas no Brasil

(eISBN:9786557080139)
Organizador(es): Santos, Ricardo Ventura; Guimarães, Bruno Nogueira; Campos, Marden Barbosa de; Azevedo, Marta Maria do Amaral
Editora: Editora FIOCRUZ
Idioma(s): Português
Ano: 2019
Sinopse: Oitavo livro da coleção Saúde dos Povos Indígenas, Entre Demografia e Antropologia: povos indígenas no Brasil apresenta profundas avaliações sobre as dinâmicas populacionais indígenas. A coletânea levanta contribuições que indicam que os escassos dados demográficos de décadas atrás se tornaram mais abundantes, passando a fomentar políticas públicas. Em suas abordagens, a obra passa por pesquisas e conhecimentos multidisciplinares, que vão de questões de migração, mobilidade e dinâmica territorial até a contextualização de dados censitários e a forma como a população indígena é retratada nos censos demográficos do Brasil. A antropóloga Marta Azevedo ressalta a importância de “buscar uma maior participação da população indígena na produção de dados e análises demográficas”. Segundo ela, tão estratégico quanto continuar a fomentar a realização de uma demografia indígena é formar demógrafos indígenas no país. O anseio expressado pela autora e organizadora aparece no último capítulo do livro, que é dividido em três partes: Perspectivas a partir do Campo, Dados Censitários em Contexto e Trajetórias, Categorias, Implicações.
4.

Políticas antes da política de saúde indígena

(eISBN:9786557081228)
Organizador(es): Pontes, Ana Lúcia de Moura; Machado, Felipe Rangel de Souza; Santos, Ricardo Ventura
Editora: Editora FIOCRUZ
Idioma(s): Português
Ano: 2021
Sinopse: Quais foram os muitos caminhos, lutas e articulações que possibilitaram a construção de políticas públicas especificamente voltadas para os povos de territórios indígenas no Brasil? É esse percurso que a coletânea busca - a partir de uma perspectiva histórica e antropológica - detalhar em 13 capítulos. O livro investiga o processo de formulação do atual Subsistema de Atenção à Saúde Indígena (SasiSUS), instituído em 1999, abordando as múltiplas redes de participação que envolveram a constituição da política nacional de saúde indígena. O volume tem como base as investigações conduzidas no âmbito do projeto de pesquisa "Saúde dos Povos Indígenas no Brasil: perspectivas históricas, socioculturais", coordenado por Ricardo Ventura e Ana Lúcia Pontes, pesquisadores da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp/Fiocruz).
5.

Atlas de dermatologia em povos indígenas

(eISBN:9788561673680)
Autor(es): Rodrigues, Douglas A.; Tomimori, Jane; Floriano, Marcos C.; Mendonça, Sofia
Editora: Editora Fap-Unifesp
Idioma(s): Português
Ano: 2010
Sinopse: Essa publicação vem suprir a necessidade de materiais didáticos específicos sobre a atenção à saúde de povos indígenas que vivem na zona rural, isolados ou em áreas de difícil acesso. Nessas circunstâncias, a alta prevalência das doenças de pele, com características de baixa mortalidade, mas com impacto na qualidade de vida, tem feito parte da realidade dessas populações e, em geral, é um problema relegado a segundo plano.O objetivo deste livro é colaborar com o dia a dia dos profissionais de saúde que trabalham na atenção básica, especialmente em regiões em que a presença do dermatologista nem sempre é possível.
6.

Atenção diferenciada: a formação técnica de agentes indígenas de saúde do Alto Rio Negro

(eISBN:9786557080115)
Autor(es): Garnelo, Luiza; Sampaio, Sully de Souza; Pontes, Ana Lúcia
Editora: Editora FIOCRUZ
Idioma(s): Português
Ano: 2019
Sinopse: Mais um lançamento da coleção Fazer Saúde, o livro apresenta as contribuições do Curso Técnico de Agentes Comunitários Indígenas de Saúde (CTACIS) na região do Alto Rio Negro do Brasil. Com a proposta de melhorar os serviços de saúde nas comunidades indígenas, o curso foi desenhado como uma estratégia multidisciplinar por diversos atores e implementado de acordo com as realidades locais. Em seus sete capítulos, a obra analisa etapas como o trabalho e a formação dos agentes comunitários e indígenas de saúde, as concepções político-pedagógicas e a organização curricular do CTACIS, os cuidados da saúde de crianças e mulheres indígenas, vigilância alimentar e nutricional em terra indígena, além de temas transversais, como território, cultura e política. O título é resultado de um trabalho conjunto feito pelos autores Luiza Garnelo, médica-sanitarista e antropológa, Sully Sampaio, cientista social, e Ana Lúcia Pontes, médica-sanitarista e pesquisadora da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp/Fiocruz). Garnelo e Sampaio são, respectivamente, pesquisadora e bolsista do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia), unidade técnico-científica da Fundação Oswaldo Cruz no Amazonas. Segundo a médica Myrna Cunningham Kain, pertencente ao povo miskitu, da Nicarágua, e defensora dos povos indígenas, o livro é “”uma contribuição significativa para a implementação efetiva de sistemas de saúde com enfoque intercultural e que permitam a plena realização dos direitos dos povos indígenas e de todos que habitam este continente””. A coleção Fazer Saúde pretende, com seus títulos, contribuir para a qualificação de profissionais, pesquisadores e gestores do SUS, estimulando o diálogo entre conhecimentos científicos, educação, inovações tecnológicas, saberes e práticas em saúde.
7.

Desenvolvimento e conflitos ambientais

(eISBN:9788542303063)
Organizador(es): Zhouri, Andréa; Laschefski, Klemens
Editora: Editora UFMG
Idioma(s): Português
Ano: 2010
Sinopse: Esta coletânea aborda temas como eficiência de políticas participativas, biocombustíveis, conflitos territoriais envolvendo povos indígenas, grupos tradicionais e quilombolas, expansão agrícola e projetos industriais na Amazônia, consequências do uso dos agrotóxicos, pesca artesanal, monocultura do camarão, hidrelétricas e conflitos sobre a água e saneamento e conflitos territoriais no espaço urbano. Dessa forma, os autores pretendem destacar a importância da investigação de conflitos ambientais para a consolidação da Ecologia Política na Academia Brasileira.
8.

Representações culturais da América indígena

(eISBN:9788579836299)
Organizador(es): Portugal, Ana Raquel; Hurtado, Liliana Regalado de
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2015
Sinopse: "Esta obra discute a construção da narrativa histórica dos povos indígenas, refletindo sobre seu vínculo tenso e permanente com a perspectiva do Ocidente. Essa relação levou historiadores, antropólogos e linguistas, a partir de diferentes perspectivas e com diferentes tipos de fontes, a remexer nos discursos contidos nos testemunhos para encontrar o tradicional e o novo, o permanente e o que mudou nas representações e na identidade de nossas populações nativas, enfatizando sua contribuição cultural e social à configuração de nossas sociedades modernas e contemporâneas. Nos dez ensaios que compõem este livro, os autores recorrem a fontes documentais – iconografias, crônicas, filmes, registros orais – e à historiografia para abordar diferentes temas relativos à representação cultural dos grupos indígenas."
9.

Demografia dos povos indígenas no Brasil

(eISBN:9788575412541)
Organizador(es): Pagliaro, Heloísa; Azevedo, Marta Maria; Santos, Ricardo Ventura
Editora: Editora FIOCRUZ
Idioma(s): Português
Ano: 2005
Sinopse: Esta obra de caráter interdisciplinar reúne estudos atuais sobre a demografia indígena no Brasil. O fato de ser interdisciplinar é enriquecedor, uma vez que admite a necessidade de diálogo e correlação entre os diferentes campos do saber, como a demografia, a antropologia e a epidemiologia, que tratam de um assunto para dizer no mínimo desconhecido da maioria da população leiga: onde estão e quem são os índios do Brasil? É a partir dessa tentativa de diálogo que os autores procuraram reunir nesta obra artigos que versam sobre diferentes temas como fecundidade, comportamento reprodutivo e mortalidade de populações indígenas.
10.

A Cosmopolítica da gestação, do parto e do pós-parto: autoatenção e medicalização entre os índios Munduruku

(eISBN:9786557080146)
Autor(es): Dias-Scopel, Raquel Paiva
Editora: Editora FIOCRUZ
Idioma(s): Português
Ano: 2018
Sinopse: A pesquisadora Raquel Paiva Dias-Scopel, do Instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia), levanta questões sobre a valorização e respeito à diversidade étnica e cultural dos povos indígenas e a difícil interface com o processos de medicalização e do direito ao acesso aos serviços de saúde biomédicos. O livro é parte da Coleção Saúde dos Povos Indígenas, da Editora Fiocruz e partiu da tese de doutorado defendida em 2014 no Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Foi publicado pela primeira vez em 2015 pela Associação Brasileira de Antropologia com o título A Cosmopolítica da Gestação, Parto e Pós-Parto: práticas de autoatenção e processo de medicalização entre os índios Munduruku. No prefácio da primeira edição, sua orientadora, a doutora em antropologia e professora titular da UFSC, Esther Jean Langdon, ressalta que o conceito fundamental deste livro é da autoatenção, que aponta para o reconhecimento da autonomia e da criatividade da coletividade, principalmente da família, como núcleo que articula os diferentes modelos de atenção ou cuidado da saúde.
11.

Processos de alcoolização Indígena no Brasil: perspectivas plurais

(eISBN:9788575415818)
Organizador(es): Souza, Maximiliano Loiola Ponte de
Editora: Editora FIOCRUZ
Idioma(s): Português
Ano: 2013
Sinopse: Quais são os critérios para identificar quando o consumo de bebidas alcoólicas se tornou problemático? Os critérios biomédicos que definem a dependência ao álcool como uma patologia se aplicam a todos os contextos culturais? O uso do álcool é uma questão de contornos complexos, em especial quando se consideram os povos indígenas, entre os quais problemas relacionados ao uso de álcool aparecem como importantes problemas de saúde pública, embora a produção acadêmica nacional sobre o assunto ainda seja relativamente escassa. Como o álcool adquire uma variedade de funções em diferentes grupos sociais, a análise não pode se restringir à ingestão da bebida em si: é preciso relacionar o consumo a processos socioculturais e político-econômicos. É o que defendem os autores desta coletânea, que descreve e analisa as características específicas dos diversos modos de uso de álcool em diferentes povos indígenas brasileiros. Os capítulos trazem relatos teóricos, etnográficos, historiográficos e de intervenções culturalmente orientadas. Buscam superar os enfoques limitados aos aspectos patológicos do consumo de álcool: demonstram que os efeitos da bebida – sejam negativos, sejam positivos – não podem ser dissociados de seus aspectos sociais, econômicos e psicológicos. Essa complexidade aponta para a necessária complementaridade entre as perspectivas da biomedicina e as das ciências sociais, além de ratificar a importância do protagonismo indígena no enfrentamento dos problemas relacionados ao uso de bebidas alcoólicas.
12.

Carta de achamento do Brasil

(eISBN:9788526815469)
Autor(es): Caminha, Pero Vaz de
Editora: Editora da Unicamp
Idioma(s): Português
Ano: 2021
Sinopse: Escrita em maio de 1500 em Porto Seguro, Bahia, a carta do escrivão Pero Vaz de Caminha ao rei D. Manuel assemelha-se a um relato de viagem. Mais do que descrever a terra e a natureza, brevemente vistas durante os nove dias em que a frota de Pedro Álvares Cabral esteve no que viria a ser o Brasil, a narrativa é centrada nos povos indígenas, e as palavras de Caminha, hábil escritor, pintam imagens vívidas do que observou, pretendendo informar e maravilhar o seu interlocutor. A “Carta” nos surpreende com questões que até hoje, mais de 500 anos depois, permanecem agudamente presentes, tais como a ameaça da mineração aos povos indígenas, o direito à propriedade da terra e o apagamento de vozes não europeias. Nesta edição modernizada, uma introdução contextualiza a carta em seu tempo, destaca sua singularidade e aponta as apropriações culturais e políticas que dela se fizeram. As notas explicam o texto passo a passo, abrindo caminhos para uma interpretação atualizada e crítica.
13.

Ordem imperial e aldeamento indígena: Camacãns, Gueréns e Pataxós do Sul da Bahia

(eISBN:9788574555287)
Autor(es): Silva, Ayalla Oliveira
Editora: Editus
Idioma(s): Português
Ano: 2018
Sinopse: O livro é uma pesquisa histórica de fôlego que trata das relações sociais e étnicas estabelecidas no século XIX pelos povos camacãns, pataxós, gueréns e outros grupos indígenas da região da Cachoeira de Itabuna e Ferradas (atual município de Itabuna/BA) com frades capuchinhos italianos, fazendeiros e autoridades provinciais. A autora busca compreender a criação e o desenvolvimento do aldeamento São Pedro de Alcântara (Ferradas) e o uso do trabalho dos índios aldeados na estrada Ilhéus-Conquista e na lavoura do cacau, além de problematizar as tensões políticas e sociais que caracterizam o processo da colonização sul-baiana.
14.

Poder, hierarquia e reciprocidade: saúde e harmonia entre os Baniwa do Alto Rio Negro

(eISBN:9786557080122)
Autor(es): Garnelo, Luiza
Editora: Editora FIOCRUZ
Idioma(s): Português
Ano: 2003
Sinopse: Resultado de ampla pesquisa na qual a autora apresenta os diversos aspectos que compõem o complexo mundo baniwa, a importância que a doença ocupa nele, suas especificidades, sua cultura, seu modo estóico de vida, suas inter-relações com outros grupos étnicos do Alto Rio Negro, Amazonas. Nos permite mergulhar e melhor compreender o ‘caleidoscópio de problemas vividos hoje pelos povos indígenas’ no Brasil em diversas áreas. Sociopoliticamente de alta relevância, revela a distância entre as necessidades desse povo e os serviços de saúde para eles disponibilizados, pautados por um tendência à uniformização e baixa sensibilidade às diferenças culturais. Transcende o contexto rionegrino, sendo relevante para o universo indígena como um todo. Academicamente instigante e politicamente perspicaz, inaugura nova coleção em grande estilo.
15.

Ancestrais e suas sombras: uma etnografia da chefia Kalapalo e seu ritual mortuário

(eISBN:9788526815049)
Autor(es): Guerreiro, Antonio
Editora: Editora da Unicamp
Idioma(s): Português
Ano: 2015
Sinopse: "Este livro aborda o tema das formas ameríndias da política, a partir de uma etnografia do grande ritual mortuário que os povos do Alto Xingu realizam em memória de seus chefes – o famoso Quarup. Partindo de uma pesquisa entre os Kalapalo, falantes de uma língua karib daquela região, o livro discute os múltiplos sentidos da política e do ritual na vida desse povo, atravessando questões como etno-história, mitologia, parentesco, artes verbais, e transformações socioeconômicas. Por meio do diálogo entre conceitos indígenas e antropológicos, o livro procura elucidar a dupla centralidade do Quarup, que emerge tanto como um momento-chave na produção de pessoas e coletivos no Alto Xingu, quanto como uma forma de ação política voltada para o mundo não indígena."
16.

Protagonismo Indígena: arranjos e conflitos nas sesmarias dos jesuítas

(eISBN:9786586213195)
Autor(es): Barros, Rafael dos Santos
Editora: Editus
Idioma(s): Português
Ano: 2018
Sinopse: Essa obra procura compreender a atuação de um grupo indígena na Capitania dos Ilhéus durante a primeira metade do século XVIII. As áreas possíveis para alimentação e caça foram tomadas pelas ocupações dos não índios, reduzindo as possibilidades dos povos indígenas viverem de acordo com seus hábitos. Inseridos nesse ambiente, estavam os índios Guerens, os quais usando a tutela de um capitão-mor conseguiram livrarem-se da opressão e tornarem-se súditos do rei de Portugal, permitindo-lhes sobreviver no ambiente colonial.
17.

Epidemiologia e saúde dos povos indígenas no Brasil

(eISBN:9788575412619)
Organizador(es): Coimbra Jr., Carlos E. A.; Santos, Ricardo Ventura; Escobar, Ana Lúcia
Editora: Editora FIOCRUZ
Idioma(s): Português
Ano: 2003
Sinopse: Rica seleção de textos e experiências sobre a questão da saúde indígena no Brasil, originários de discussão em oficina de trabalho ocorrida no V Congresso Brasileiro de Epidemiologia (Curitiba, 2002). Escrito por pesquisadores estudiosos das mais diferentes vertentes do assunto, traz importante e inovadora contribuição a tema que vem emergindo como de grande importância no âmbito da saúde coletiva no Brasil nos últimos anos. Oferece um amplo panorama, detalhado e atualizado, da saúde indígena no País, contemplando reflexões com base nas diversas áreas do conhecimento que compõem a saúde coletiva.
18.

Identidades emergentes, genética e saúde: perspectivas antropológicas

(eISBN:9788575415184)
Organizador(es): Santos, Ricardo Ventura; Gibbon, Sahra; Biltrão, Jane
Editora: Editora FIOCRUZ
Idioma(s): Português
Ano: 2012
Sinopse: As novas tecnologias biomédicas têm impactos não só na saúde, mas também sociais, políticos, éticos e econômicos, o que coloca desafios para historiadores, filósofos, antropólogos e sociólogos. Reflexões e análises sobre o assunto são apresentadas nesta coletânea, cujos artigos abordam os mais variados fenômenos: os testes de ancestralidade genética, a polêmica sobre uso de embriões para produção de células-tronco, a gênese da loucura e da violência, diagnósticos moleculares, doação de sêmen e longevidade humana, assim como o papel da biomedicina na luta sindicalista e no reconhecimento de direitos de povos indígenas. “Através de diferentes enfoques, os textos abordam as múltiplas formas pelas quais a ciência (em especial a tecnociência contemporânea) contribui para moldar o mundo social em domínios como identificação pessoal, identidades nacionais e ações coletivas, inclusive na área da saúde”, resumem os organizadores. “Os textos aqui reunidos estão, em sua totalidade, voltados para as vinculações entre produção de conhecimento científico sobre a biologia humana e seus desdobramentos socioculturais e políticos.”
19.

O jogo como prática de saúde

(eISBN:9786557080801)
Autor(es): Vasconcellos, Marcelo Simão de; Carvalho, Flávia Garcia de; Araujo, Inesita Soares de
Editora: Editora FIOCRUZ
Idioma(s): Português
Ano: 2018
Sinopse: O livro O jogo como prática de saúde é resultado de estudos iniciados em 2009 que buscaram articular três campos do conhecimento: a saúde, a comunicação e os jogos. Marcelo Simão de Vasconcellos, Flávia Garcia de Carvalho e Inesita Soares de Araujo nos trazem uma proposta inovadora: valorizar os jogos como prática humana e social e considerar seu potencial criativo para integrá-los às práticas de saúde. O ineditismo fez do livro o primeiro da coleção Fazer Saúde, que vem se somar às outras sete da Editora Fiocruz – Antropologia e Saúde; Bioética e Saúde; Criança, Mulher e Saúde; História e Saúde; Loucura e Civilização; Saúde dos Povos Indígenas; e Temas em Saúde. Os autores privilegiam a análise dos jogos digitais, amplamente disseminados nas sociedades contemporâneas, mas pouco estudados além de duas categorias – a de jogos educativos e a de instrumento de divulgação científica. Para isso, descrevem e discutem experiências como o uso de newgames sobre epidemias; os jogos voltados para grupos que vivenciam doenças de difícil abordagem, como crianças com Síndrome de Down ou autismo; e outros desenvolvidos pra pessoas idosas com o objetivo de reduzir o risco de Alzheimer. A discussão vai além do uso terapêutico dos jogos: trata da sua inserção em contextos sociais e culturais mais amplos e do envolvimento na experiência lúdica de grupos de referência.
20.

Vigilância alimentar e nutricional para a saúde Indígena, Vol. 2

(eISBN:9788575415894)
Organizador(es): Barros, Denise Cavalcante; Silva, Denise Oliveira e; Gugelmin, Silvia Ângela
Editora: Editora FIOCRUZ
Idioma(s): Português
Ano: 2008
Sinopse: A importância da diversidade étnica brasileira e seus desafios são aspectos fundamentais para os profissionais que atuam no campo da saúde indígena. É nesse contexto que se insere o primeiro volume desta publicação. Trata-se de contribuição relevante e inédita ao debate e à consolidação da vigilância alimentar e nutricional no âmbito da saúde indígena. Povos indígenas e o processo saúde-doença; situações e determinantes de saúde e nutrição da população brasileira; sociodiversidade, alimentação e nutrição indígena; políticas públicas e intervenções nutricionais: eis alguns dos temas abordados nesta coletânea, valioso instrumento de reflexão também sobre as potencialidades do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (Sisvan) para a prevenção de agravos nutricionais e a promoção da saúde. Já o segundo volume discute a avaliação nutricional de comunidades e indivíduos, em todas as faixas etárias e mesmo na gestação, e destaca as duas faces de um problema: os déficits de crescimento ou subnutrição, de um lado, e o sobrepeso e a obesidade, de outro. Oferece ao leitor as bases para a realização do diagnóstico nutricional na atenção básica; aprofunda o estudo de técnicas e procedimentos usados nas medições antropométricas; destaca como a informação pode orientar ações, reorganizar serviços e melhorar a assistência; e explica as etapas de organização do fluxo de dados, desde a construção até o uso para o planejamento de intervenções, passando pela análise (com ferramentas estatísticas e epidemiológicas) e pela divulgação de resultados.
Resultados 1 - 20 de 21